Pages

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Espetáculo “En Promenade” será apresentado sexta-feira e sábado no Palácio dos Esportes


O tradicional Ballet Municipal do Natal e a Escola Professor Roosevelt Pimenta, núcleos pioneiros na prática e no aprendizado em nossa cidade, também estarão presentes na programação do Natal em Natal 2017, com a apresentação do espetáculo “En Promenade, a História da Dança”, dias 8 e 9 de dezembro, no Palácio dos Esporte, sempre às 19h.

Sob o comando do coreógrafo e professor Dimas Carlos, o Ballet Municipal do Natal fará duas apresentações abertas ao público e ainda a Mostra Potiguar de Dança antes do espetáculo do dia 8 (sexta). Este ano, os convidados especiais serão os bailarinos Anne Jullieth e Afonso Garcia, da Companhia Brasileira de Danças Clássicas.
Dimas Carlos e equipe abrem uma janela histórica para relatar num espetáculo a história da dança colocando em cena 300 pessoas, entre alunos do Ballet na Escola Professor Roosevelt Pimenta, pais, professores e convidados.

Tradicionalmente, o espetáculo de fim de ano é um momento único. “É um momento especial para os alunos que estiveram durante todo o ano ensaiando e participando da escola. Eles terão oportunidade de estar ao lado de grandes nomes do ballet clássico no Brasil”, comenta Dimas Carlos.

Uma das convidadas é a piauiense Anne Jullieth, 15 anos, revelação da dança clássica. Participou de festivais mundiais, entre eles um dos maiores concursos de dança do mundo, o Youth America Gran Prix (YAGP) e esteve na grande final do XIII Moscow International Ballet Competition.  Representante piauiense no olimpo do balé mundial, “Julie”, como prefere ser chamada, cresceu entre pliés e espacates (passos tradicionais do estilo) e seus pais são bailarinos e professores de dança.

Este ano o espetáculo terá um toque especial. A abertura será com um trabalho de continuidade de políticas públicas no incentivo aos grupos locais de produção de dança urbana e agregados. “Vamos ampliar nos próximos anos para um encontro de produção em dança nas comunidades que ultimamente tem produzido grandes trabalhos e nos representados muito bem nos festivais nacionais no ano de 2017”, comenta Dimas Carlos.  

Na sexta-feira (8), a partir das 19h, tem a Mostra Potiguar de Dança, com grupos que se destacaram ao longo do ano. Às 19h30 tem o espetáculo de fim de ano “En Promenade”, com alunos, pais, professores e os bailarinos convidados. A apresentação tem duração de uma hora. No sábado o espetáculo também começa às 19h.

“Trata-se de uma ação do Núcleo de Dança que estará realizando sua primeira Mostra de Dança. Nossa intenção é que esta apresentação de grupos antes do espetáculo de fim de ano seja repetida todos os anos”, comentou Dimas Carlos.  “Convidamos grupos que participaram do 2º Tanz Festival de Dança, grupos que realizaram seus espetáculos anuais e grupos que sempre foram parceiros”, revela.

Criado em 1974, o Núcleo de Dança da Prefeitura do Natal conta com equipe de professores e coreógrafos. O núcleo conta com a Escola Municipal de Balé Professor Roosevelt Pimenta e o Balé da Cidade do Natal.


  
 SERVIÇO
“En Promenade A História da Dança”
Espetáculo de Dança
(Ballet Municipal do Natal/ Escola Professor Roosevelt Pimenta)
Palácio dos Esportes
Dias 8 e 9. Ensaio dia 7
Sempre às 19h

Entrada franca

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Natal já aplicou mais de 700 mil doses de vacina este ano

Uma das principais armas na prevenção de diversos tipos de doenças, a vacinação recebe atenção especial por parte da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o que pode ser constatado pelos números. Este ano, 737.458 mil vacinas já foram aplicadas. 

A que teve maior procura foi a contra ‘influenza’, com 223.030, seguida por: hepatite B, com 105.872; dT, com 59.380; VOP, com 39.192; Meningocócica C, com 35.895; e BCG, com 31.340. A SMS ainda tem registro de vacinas de Pentavalente, Poliomielite inativada, Pneumocócica 10, Rotavírus, Tríplice Viral, Tetraviral, Hepatite A, DTP, HPV, Varicela, dTpa, Febre Amarela, Poliomielite oral e antirrábica humana. 

Diante dos números, Aline Bezerra, chefe do Setor de Vigilância Epidemiológica da SMS, destacou a importância das imunizações. “A vacinação tem uma relevante importância para a saúde coletiva em nosso município, prevenindo agravos com risco epidemiológico, reduzindo a gravidade, bem como a mortalidade pelas doenças”. 

Durante todo o ano, Natal participou de campanhas de vacinação para intensificar as ações de imunização, como contra a Influenza e a Multivacinação para crianças e adolescentes. 

“A intensificação das ações de imunização se mostra importante, pois tem como função básica conscientizar a população a respeito da segurança proporcionada pelo exercício imunizatório, que se estende a todos os ciclos de vida”, afirmou Aline Bezerra. 
Vale salientar que a vacinação é 'porta aberta', ou seja, a população pode buscar qualquer unidade de saúde, mesmo que não seja de sua área de cobertura, para ser imunizada. 

Natal Em Natal na Zona Norte com projeto circo na praça de sexta a domingo no Jesiel Figueiredo


A magia do circo estará presente na programação do Natal em Natal, promovido pela Prefeitura do Natal e coordenado pela Secretaria de Cultura (Secult/Funcarte). De sexta-feira (1) até domingo (3), no Espaço Jesiel Figueiredo, na Zona Norte, o público poderá apreciar o projeto Circo na Praça, que vai reunir as principais companhias do gênero na nossa cidade.

Nesta sexta-feira (1) tem apresentação do mágico Ney Saturno, um dos principais nomes da nova geração de mágicos potiguares. No sábado é a vez dos consagrados atores da Tropa Trupe e seus números de encantamento que vão desde números tradicionais e participação da plateia. No domingo é a vez da Companhia Ladrões de Sorrisos. Todos os números e apresentações são voltados para a família e começam sempre às 17h, com entrada franca.


O projeto Circo na Praça faz parte da programação do Natal em Natal e contempla ações culturais e de lazer na Zona Norte de Natal, que terá na próxima semana o Circuito Cultural com shows de bandas de garagem, hip hop, arte urbana e grafitti. A coordenação é do ator e diretor Grimário Farias e do núcleo teatral da Secretaria de Cultura de Natal.

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Escola Municipal Palmira de Souza realiza Mostra sobre diversidade e sustentabilidade


“No que a gente é, no que a gente faz, no que a gente pensa; todos têm diferença, desde nascença!”. Retratando a diversidade e o desenvolvimento sustentável, a Escola Municipal Professora Palmira de Souza promove esta semana a III Mostra ParmirARTE com o tema “Cultura e sustentabilidade na escola”. Realizado na instituição de ensino, localizada no conjunto Santa Catarina, Zona Norte, o evento ocorre entre esta quinta-feira (30) e sábado (02).

Fotos: Manoel Barbosa
Para a abertura das atividades foram convidados os autores Cláudia Barbosa, Maurício Garcia e Clenilson Silva, cujas obras foram trabalhadas na escola durante este ano letivo, abordando, entre outros, o tema da mostra. Em seu bate-papo com alunos, pais e professores, Clenilson Silva deixou a mensagem: “Precisamos conversas com as crianças sobre leitura. A leitura nos traz um reflexo sobre o que é cidadania”.

Entre as conversas com os escritores, estudantes apresentaram os temas de suas turmas com música, encenação e leituras. Dentre os trabalhos estiveram a contação de história “O cabelo de Lelê”, de Valéria Belém; uma coreografia da música “Morena de Angola”, de Clara Nunes e encenação do conto popular “O casamento da Princesa”, todos representando a herança e a cultura africana.

A diretora administrativa da escola, Luciana Barbosa, destaca o motivo de escolher a cultura africana para várias das atividades em desenvolvimento na escola: “Nós trabalhamos bastante a cultura brasileira, o folclore indígena, mas a gente esquece da raiz africana. Então este ano alguns eventos da escola prestigiaram essa cultura”.

A gestora aponta a importância de eventos como a Mostra: “A gente percebe como os alunos se envolvem, como gostam. E sabemos também que isso é importante para o desenvolvimento da criança, no sentido de como falar em público e como se colocar em determinadas situações”.

A aluna Júlia Mariana da Silva, de 8 anos, apresentou a história O cabelo de Lelê e afirma: “Eu aprendi que ninguém é igual a ninguém, que todo mundo nasceu diferente”. Raíssa Victória Cruz, de 9 anos, encenou a peça O casamento da Princesa. “O que eu mais gostei foi que a princesa seguiu o coração dela”, contou. Maria Cecília da Silva, também de 9 anos, diz que acha interessante apresentar seus trabalhos e que fez uma pesquisa sobre o frevo: “Eu gosto de aprender sobre culturas diferentes”.

Nos próximos dias, a programação segue com atividades diversificadas dentro do tema norteador da Mostra, realizadas por alunos e convidados. Os estudantes promoverão exposições nas salas de aula, e também participarão do evento voluntários que atuam no espaço da escola, com balé, hip hop e violão.

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Atendimento às mulheres em situação de violência é ampliado


O prefeito Carlos Eduardo inaugura, na próxima sexta-feira (24) às 16h, a nova sede do Centro de Referência da Mulher Elizabeth Nasser (CREN), equipamento da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (Semul) que atende mulheres em situação de violência doméstica. O endereço, que antes era na zona norte de Natal, será agora na Avenida Bernardo Vieira, bairro de Dix-Sept Rosado, 2280, próximo à Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas).

Foto: Alex Régis
Com a mudança, além de estar numa localização mais acessível para as mulheres moradoras dos diversos bairros da capital e que necessitam do atendimento, as novas instalações do CREN também possibilitarão ampliar o número de atendimentos e o leque de serviços. O equipamento continua oferecendo assistência psicossocial e jurídica para as usuárias, mas também dispõe de estrutura para oferecer capacitações e formações profissionais para as mulheres.

A nova estrutura física conta a recepção, salão multiuso, quatro salas para atendimento de acolhimento, uma sala para atendimento jurídico, uma para atendimento de serviço social, outra para acompanhamento psicossocial e mais uma para atendimento psicológico. Conta ainda com brinquedoteca, espaço da mamãe – com estrutura para mães com bebês, copa, cozinha, coordenação, sala de reuniões, além de banheiros para usuárias e servidores.

“Esperamos que, com a mudança, as mulheres tenham mais acesso aos serviços do nosso Centro de Referência, que além de prestar atendimento às mulheres que se encontram em situação de violência doméstica, também entenderá os serviços para as mulheres de um modo geral, que queriam participar das capacitações que iremos oferecer”, planeja Andréa Ramalho, secretária da SEMUL.

Na semana seguinte à inauguração, de 27/11 a 01/12, serão oferecidos serviços de saúde, habitação e assistência social, como a realização de palestras, consultas, exames preventivos, massagens, vacinação e testes rápidos, além de orientações sobre o cadastro do programa Minha Casa Minha Vida.

16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher

A inauguração da nova sede do Centro de Referência da Mulher Elizabeth Nasser faz parte da programação da campanha “16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher”, que ocorre em nível nacional a partir do próximo dia 20 – Dia Nacional da Consciência Negra. Em nível internacional, começa no dia 25 - Dia Internacional da Não-Violência contra as Mulheres e vai até o dia 10/12 - Dia Internacional dos Direitos Humanos.

A campanha foi criada em 1991, quando mulheres de diferentes países, reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres (Center for Women’s Global Leadership– CWGL), resolveram criar o evento com o objetivo de promover o debate e denunciar as várias formas de violência contra as mulheres no mundo. Atualmente, cerca de 150 países desenvolvem esta campanha.

Os “16 Dias de Ativismo pelo fim da violência contra a mulher” se caracterizam por reunir datas importantes para o enfrentamento à violência de gênero e de respeito aos direitos humanos. 

Datas:
20 de novembro – Dia Nacional da Consciência Negra
25 de novembro – Dia Internacional da Não-Violência contra as Mulheres
1º de dezembro – Dia Mundial de Combate à AIDS
6 de dezembro – Dia Nacional da Mobilização de Homens pelo fim da violência contra a mulher – Laço Branco – Massacre de Mulheres de Montreal (Canadá)

10 de dezembro – Dia Internacional dos Direitos Humanos

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Consultório na Rua desenvolve diversas ações de promoção à saúde para população em situação de vulnerabilidade

O Consultório na Rua se mostra como uma estratégia que procura ampliar o acesso da população em situação de rua aos serviços básicos de saúde. Em Natal, a Secretaria Municipal de Saúde desenvolve o serviço, de caráter itinerante, atua com três equipes, contanto com profissionais de nível superior (enfermagem assistência social e psicologia) e nível médio (técnicos em enfermagem) que se dividem em UBSs do Distrito Leste e Distrito Sul, contemplando a USF de Ponta Negra, a UBS São João e a Unidade Mista de Mãe Luiza, além do Centro POP.
“O Consultório na Rua tem a função de universalizar o acesso à saúde, no tocante ao acesso integral ao SUS. A partir disso, buscamos facilitar este acesso à população que se encontra em estado de vulnerabilidade, fazendo a vinculação dessas pessoas por meio do serviço de atenção básica, bem como instruindo-as a respeito de seus direitos, propiciando o acesso a documentos básicos e o cartão do SUS”, observou Glícia Kalliani, coordenadora do Consultório na Rua (SMS).

Glícia destacou que o Consultório na Rua realizou somente este ano, duas grandes ações que foram, consultas com médicos, dentistas, enfermagem possibilitando teste rápido para HIV, sífilis e Hepatite, curativos, vacinas, atendimento psicológico, além da oferta de corte de cabelo e bazar gratuito, integrando as três equipes com suporte e apoio da Unidade Básica de Saúde de São João.

A outra ação foi em alusão ao Outubro Rosa que aconteceu na Unidade Mista de Mãe Luiza, destinado para mulheres em situação de rua, com oferta de preventivos, testes rápidos, corte de cabelo, sobrancelhas, maquiagem, rodas de conversa, relaxamento, distribuição de absorventes, brindes e lanche.

“E na rotina diária foram desenvolvidas rodas de conversas nos serviços da assistência, seja Centro POP como também no Albergue Municipal de Natal, sobre temas variados como DSTs, cuidado pessoal, tuberculose, entre outros”.

“Com as ações conseguimos garantir acolhimento dos serviços de saúde para a população em situação de rua. Essas atividades são momentos importantes tanto para os serviços, como para e profissionais que realizam o atendimento, pois percebem essa população como um usuário de direitos e deveres e muitas vulnerabilidades. Para a população em situação de rua, conseguimos trabalhar ações de promoção da saúde e prevenção de doenças e fazer a vinculação para que eles possam ter o acesso aos serviços de saúde, mesmo sabendo que não existe endereço fixo. Também a proposta é desenvolver a autonomia deles”, finalizou.

O Consultório na Rua, programa do Ministério da Saúde instituído pela Política Nacional de Atenção Básica (PNAB), que visa ofertar atenção integral à saúde básica para pessoas em situação de rua, prepara ações preventivas ao HIV/AIDS para o mês de dezembro. Serão realizadas, no Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP), localizado na região do Baldo (Barro Vermelho), atividades voltadas à redução de danos, com testes rápidos de HIV e Hepatite (B e C), e ainda distribuição de preservativos.


sábado, 18 de novembro de 2017

Festival da Ginga começa neste sábado na Praia da Redinha



A Praia da Redinha vai sediar a partir deste sábado (18), mais uma edição do Festival da Ginga. O evento promovido pela Prefeitura do Natal e organizado pela Secretaria Municipal de Turismo, integra a programação do Natal em Natal e vai oferecer aos apreciadores da famosa Ginga com Tapioca, que é considerado patrimônio imaterial da cidade, várias variações da iguaria.

O Festival que acontecerá até o dia 16 de dezembro, sempre das 9h às 17h, vai disponibilizar em boxes do Mercado Público da Redinha e nos quiosques da orla marítima pratos diversificados com a Ginga com Tapioca, objetivando valorizar ainda mais a iguaria que é bastante apreciada por natalenses e turistas.

Fotos: Alex Régis
Em sua segunda edição o Festival da Ginga vai realizar no Redinha Club, das 12h às 13h na abertura do evento, o concurso com variações da Ginga com Tapioca. Trinta pratos diferentes estão inscritos e serão avaliados por uma comissão julgadora composta por cinco especialistas em gastronomia. O resultado do concurso será conhecido no dia 16 de dezembro, no encerramento do festival.


Para a secretária municipal de Turismo, Christiane Alecrim, o Festival da Ginga é mais uma oportunidade de valorizar a cultura gastronômica potiguar, além de ser uma ótima opção de lazer para natalenses e turistas.